14 mil ficaram milionários no Brasil em 2018, segundo estudo

Número de milionários cresce no Brasil. Agora, eles somam 185,5 mil.

Um relatório anual sobre riqueza mundial, desenvolvido pela consultoria Capgemini, revelou que o Brasil está com mais milionários. Se em 2017 eles eram 171,5 mil, no ano seguinte, pessoas com fortunas maiores que US$ 1 milhão (R$ 3,8 milhões) já totalizam 185,5 mil – um avanço de 8%. 

O estudo usou como base os HNWIs (High net worth individuals), que detém patrimônio acima da casa do milhão de dólares, excluindo residência de moradia, artigos de coleção e bens de consumo duráveis. 

Notas de dinheiro, de R$100 e R$50.
Fonte: Veja

Mesmo com a crescente de milionários brasileiros, a fortuna total deste grupo caiu em 3% de um ano para o outro – agora é de U$ 4,4 trilhões. Em dez anos, o número de milionários cresceu 41,5%.

De acordo com o World Wealth Report 2019, os três países com mais milionários detêm 61% da população de ricos do mundo. São eles:

  • Estados Unidos – 5,2 milhões;
  • Japão – 3,1 milhões
  • Alemanha – 1,36 milhão.

Ao redor do mundo, a situação é diferente. Depois de sete anos seguidos de alta, o número de fortunas acima de US$ 1 milhão de dólares sofreu um recuo de 18,1 milhões para 18 milhões.

Em quantidades de riquezas, a retração foi de US$ 70,2 trilhões (R$ 266 trilhões) em 2017 para US$ 68,1 trilhões (R$ 258 trilhões) em 2018. Segundo o relatório, as principais razões para isso seriam a guerra comercial, que prejudicou a China, além do Brexit, com a instabilidade financeira da Europa.

A maior redução de milionários, à nível mundial, foi na Ásia-Pacífico (queda de 1,7%), enquanto o maior avanço foi no Oriente Médio (5,8%).

Written by 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *