Spotify Lite: menos espaço, mais liberdade

A cada dia que passa, mais e mais aplicativos ganham novas atualizações, funções e, consequentemente, necessitam de mais espaço na memória do seu aparelho.

Pensando nisso, muitas empresas do mercado de aplicativos desenvolvem versões mais leves dos seus produtos, os tão conhecidos Lite.

Aplicativos Lite consomem menos espaço na memória do aparelho e dados, o que é maravilhoso para quem tem problemas com franquias de internet ou rede lenta

Muitos aplicativos famosos e muito utilizados no dia-a-dia têm sua versão Lite para que usuários de aparelhos com menos memória ou de baixo custo possam usar o serviço.

Foto: Spotify

Facebook foi um dos primeiros aplicativos a trazer essa funcionalidade, usando esse nome – sua versão completa usa 4,10MB, já a Lite usa 1,32MB de memória na instalação. A ideia foi rapidamente seguida por outros apps como Twitter, Uber, LinkedIn e o recente Spotify.

O Spotify Lite, que foi lançado nesta terça-feira (9), serve tanto para os usuários da versão gratuita quanto premium da plataforma.

De acordo com informações da empresa, 90% das funcionalidades do aplicativo tradicional se fazem presente como que mostra as músicas recentemente ouvidas ao iniciá-lo.

Como o aplicativo foi desenvolvido para ser mais econômico no consumo de recursos, o usuário pode, inclusive, configurar um limite de tráfego (de 250 MB a 3 GB por mês).

Por outro lado, o aplicativo não tem uma área para podcasts, como sua versão tradicional, e possui uma quantidade bem mais limitada de recomendações na guia inicial e na configuração.

O Spotify Lite está disponível em 36 mercados na Play Store, inclusive no Brasil. 

Confira a lista completa: Brasil, Canadá, México, Argentina, Peru, Chile, Colômbia, Bolívia, Costa Rica, República Dominicana, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Uruguai, Arábia Saudita, Egito, Argélia, Líbano, Marrocos, Tunísia, Omã, Jordânia, Bahrein, Emirados Árabes Unidos, Kuwait, Qatar, África do Sul, Indonésia, Filipinas, Vietnã, Malásia, Índia.

Written by 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *